70% dos executivos já começaram a transformação digital

Share
warehouse_exterior_warehouse_Email_600x150px. De acordo com pesquisa recente da Infor, GT Nexus e Capgemini, metade dos executivos participantes aponta a transformação digital na supply chain como uma prioridade no ambiente corporativo

Jan 11, 2017

Nos dias de hoje, os executivos reconhecem uma grande lacuna entre o momento atual da transformação digital em suas cadeias globais de suprimento e o que esperam em apenas cinco anos. Esta é uma das conclusões tiradas de um estudo global intitulado "O Estado atual e futuro da Transformação Digital da Supply Chain" (The Current and Future State of Digital Supply Chain Transformation), conduzido pela Capgemini Consulting e a GT Nexus, uma empresa da Infor, provedora de aplicações empresariais específicas por mercado e desenvolvidas para a nuvem.
Até agora, a maioria das pesquisas realizadas sobre o tema examinaram a transformação digital dentro das organizações ou entre elas e seus clientes. Este novo levantamento é o primeiro que explora a condição atual e futura da transformação digital, englobando principalmente as companhias e seus parceiros de toda a cadeia.
O estudo analisou 337 executivos de algumas das maiores empresas globais de manufatura e varejo em toda a Europa e América do Norte. As principais conclusões do estudo incluem:
A transformação digital da supply chain é importante
- 75% dos entrevistados consideram a transformação digital da supply chain "importante"
- 50% afirmaram que a transformação digital é "muito importante"
- 70% já começaram formalmente a transformação digital da supply chain 
Até agora, os progressos têm sido lentos
- Mais de 30% dos entrevistados disseram estar "insatisfeitos" com o progresso até agora
- Apenas 5% estão "muito satisfeitos"
Já existem recursos essenciais de tecnologia, porém, ainda não são amplamente utilizados
Algumas plataformas e ferramentas foram identificadas pelos executivos como facilitadores para a transformação digital, no entanto, muitos ainda contam com suporte de tecnologias antiquadas:
- Plataformas/ferramentas de visibilidade de cadeia (94%), Análise de Big Data (90%), Ferramentas de simulação (81%) e Cloud (80%) são vistos como os recursos tecnológicos que mais facilitam a transformação digital da cadeia.  
- Mas, 48% dos entrevistados admitem que "métodos tradicionais" como telefone, fax e e-mail ainda são as principais formas de interagir com os parceiros da supply chain hoje em dia.
Espera-se mudanças drásticas em apenas cinco anos
- Hoje, apenas 15% dos entrevistados dizem que a maioria dos dados da cadeia estendida é acessível à sua organização. Em cinco anos, esse número aumenta para 54%.
- Além disso, apenas 23% dos entrevistados dizem que a maioria dos dados da cadeia estendida é analisada e usada para a tomada de decisões. Em cinco anos, esse número crescerá para 68%.
- Dentro de cinco anos, 95% dos entrevistados esperam que mais processos com fornecedores sejam automatizados e 94% esperam receber mais atualizações de status de toda a cadeia em tempo real.
Alguns dos benefícios esperados incluem reduções de custos para logística, inventário e manutenção, melhorias no atendimento ao cliente e maior eficiência dos equipamentos em escala global. Ainda mais importante, a transformação digital da supply chain deverá aumentar drasticamente a agilidade das empresas. A rapidez é necessária para responder às mudanças das condições de mercado, aos novos participantes que podem ameaçar os modelos de negócios existentes ou a interrupções inesperadas da cadeia, que já causaram prejuízos significativos ao desempenho financeiro e à reputação de inúmeras organizações ao longo dos anos.
Suavizar os impactos desses imprevistos tornou-se prioridade e um dos principais motores da necessidade de realizar uma transformação digital. Porém, de acordo com o estudo, os níveis atuais de colaboração e visibilidade em toda a rede ainda são baixos, o que limita a agilidade.
"75% dos entrevistados dizem que a transformação digital da supply chain é importante, mas existe uma grande lacuna entre onde as empresas estão hoje e onde esperam estar em apenas cinco anos", disse Mathieu Dougados, vice-presidente sênior da Capgemini Consulting. "As iniciativas de transformação digital dentro das quatro paredes das organizações representam grandes desafios para elas mesmas. Mas, no mundo globalizado e terceirizado de hoje, a transformação digital só pode ser bem-sucedida se as empresas a abordarem com uma visão holística de toda a cadeia, que pode incluir centenas de parceiros. Portanto, a conectividade entre parceiros, o acesso cruzado a dados e o uso de análises em toda a rede se tornam as principais áreas de foco".
"A transformação digital da supply chain é uma iniciativa importante que exige liderança, visão no nível C e uma abordagem holística de mudança que promove automação, conectividade, compartilhamento de dados e colaboração em toda a cadeia", comenta Kurt Cavano, presidente da GT Nexus. "Esta pesquisa mostrou que as indústrias e os varejistas têm uma clara ideia de onde precisam estar e quais tecnologias digitais irão ajudá-los a chegar lá nos próximos cinco anos. Contudo, vai ser um processo brusco, se considerando a atual confiança em tecnologias antiquadas e analógicas, como telefone, fax e e-mail para colaborar e executar na cadeia global. Enquanto isso, o risco de interrupções na supply chain é alto e dispendioso".
O estudo está disponível para download no site da GT Nexus.

Press contacts

Media contacts - Americas

Dan Barnhardt
U.S.A. and Canada
Phone:+1 646 336 1731
Email:dan.barnhardt@infor.com

Claudia Vazquez
Latin America
Phone:+54 11 4010 8079
Email:claudia.vazquez@infor.com

Media contacts - Europe, Middle East and Africa

Richard Moore
United Kingdom, Europe,
Middle East and Africa
Phone:+44 121 615 8189
Email:richard.moore@infor.com

Media contacts - Asia

Phyllis Tan
Phone:+65 9799 9133
Email:phyllis.tan@infor.com

Industry analyst contact

Sharon Sulc
Phone:+1 614 537 6634
Email:sharon.sulc@infor.com

Specialized by industry.
Engineered for speed.
© Copyright 2017. Infor. All rights reserved.